Modules: # 90M/061659 | # 79L/110635 | # 98S/012716 | # 112M/123619

 

"Tenho os lábios secos, ó grandes ruídos modernos, / De vos ouvir demasiadamente de perto, / E arde-me a cabeça de vos querer cantar com um excesso / De expressão de todas as minhas sensações, / Com um excesso contemporâneo de vós, ó máquinas!"



Waste Disposal Machine @ Galícia

Os Waste Disposal Machine passaram um excelente fim de semana por terras galegas, entre Ponteareas, Vigo, Caldas de Reis e Moraña. Com concertos agendados para Ponteareas e Caldas de Reis [nas salas UE! e Zona Zero, respectivamente], houve tempo, para além da música, para um pequeno roteiro turístico e provar alguns petiscos petiscos galegos [com destaque para o potente callos a galega que foi servido ao pequeno-almoço de domingo - don't ask...].
A recepção foi excelente e há que agradecer ao Tino Alvarez [promotor de ambas as datas e líder dos Minim que recentemente actuaram com Waste Disposal Machine em Tomar] e família, ao Jacobo Cabaleiro a.k.a. The Obmun [projecto de música electrónica que actuou em ambas as datas] à Natália, à Iolanda, ao Eduardo & staff da Sala UE! [Ponteareas] e ao staff da Sala Zona Zero [Caldas de Reis]. Um agradecimento especial ao Jorge Serigado, técnico de som e incansável multi-funções de Waste Disposal Machine.


Dia 1

Chegada a Ponteareas e montagem do material. Sound check com o tudo o que era equipamento a decidir boicotar o trabalho. Excelente jantar à galega - petiscos variados e bom vinho de La Rioja - seguido de concerto na Sala UE! com boa recepção do relativamente escasso público presente.
Depois de Waste Disposal Machine ainda houve um live act de The Obmun, projecto de electrónica de Vigo que Portugal devia descobrir.


Dia 2

Despertar em Vigo com um farto pequeno-almoço em casa do promotor dos concertos, Tino Alvarez, seguido de visita guiada à cidade de Vigo e a um miradouro com uma vista deslumbrante sobre a cidade de Vigo e as Ilhas circundantes.
Chegada a Caldas de Reis após o jantar, montagem do material e sound check, apesar das limitações técnicas do local. A Sala Zona Zero é absolutamente underground e tem uma clientela bastante peculiar que reagiu bem ao concerto. Depois de Waste Disposal Machine, tempo para a electrónica dançável de The Obmun e um poderoso dj set de Arritmic.


Dia 3

Despertar em Moraña, próximo de Caldas de Reis, seguido de um potente almoço de callos a gallega e regresso calmo a Tomar/Torres Novas.

Etiquetas: ,

posted by Waste Disposal Machine @ sexta-feira, março 19, 2010,

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home


|